Para Emagrecer

Pesquisar este blog

Como perder peso rápido, fácil e com saúde


Você quer começar a perder peso e está procurando informações, ou talvez você já começou, mas os resultados conseguidos não foram os que procurava e quer melhorar?

10 Dicas para a perder peso rápido e saudável em uma semana

emagrecer rápido e fácil


Perder peso requer uma grande quantidade de suor e disciplina, mas é possível que você seja uma daquelas pessoas que tem dificuldade em praticar esportes ou cuidar de seus hábitos alimentares, se for assim, você tem que saber que existem outras maneiras

Vitasbell, novo remédio natural para emagrecer



Supressor do apetite, bloqueador de gorduras e emagrecedor


VitaEsbell é um produto natural, a base de SPIRULINA e QUITOSANA. Elas são separadas para serem consumidas antes e após as refeições.


Novo chá solúvel e instantâneo detox para emagrecer


O chá detox é importante para facilitar o processo de limpeza do organismo. Principalmente se você costuma consumir alimentos pesados como frituras, alimentos industrializados ou cultivados com agrotóxicos.

10 dicas para conseguir perder peso rápido sem dieta



Para perder peso rápido, você deve prestar muita atenção aos detalhes. Esse é o objetivo deste Poust, mostrar os detalhes que você deve cuidar para conseguir atingir o seu sonho, perder peso rápido.

Farinha de batata-doce para emagrecer com saúde


A batata-doce é rica em vitaminas C e E, vitaminas do complexo B, cálcio, magnésio, ferro, fósforo, potássio e betacaroteno. Além de ser extremamente nutritiva, é indicada como auxiliar em dietas de emagrecimento, pois ajuda a controlar o apetite.

Dieta Paleolítica, a dieta saudável do homem das cavernas


A Paleo Diet recebeu esse nome porque se baseia nos alimentos consumidos pelos nossos antepassados do período conhecido como paleolítico.

Dietas ricas em proteínas para perder peso em uma semana



Geralmente, se você é uma pessoa saudável, não deve ter muito problema em fazer a dieta da proteína por algumas semanas, ou até dois meses. Dentro desse prazo, você poderá perder peso sem ter problemas de saúde.

Dietas para emagrecer, o que realmente funciona


Conheça algumas verdades e mentiras sobre o emagrecimento:

Pílulas para emagrecer


Elas realmente não funcionam. O único remédio que realmente causa algum resultado é chamado orlistat, ele impede a absorção de gordura.

Como emagrecer com saúde e para sempre


A obesidade é um problema sério e as pessoas precisam estar cientes dos riscos de estar acima do peso ou obesas.



Aqui estão algumas doenças que você pode ter por carregar um monte de quilos extras:

Estudo revela que toda dieta funciona quando seguida corretamente


Pesquisa recente concluiu que, a curto prazo, dietas que pregam restrição de carboidrato ou de gordura, tem a mesma eficácia para perda de peso.

8 saudáveis e deliciosos tipos de pão para perder peso


Se você está tentando perder peso, isso não significa que você deve evitar comer pão. Felizmente, existem alguns tipos saudáveis e deliciosos de pães para a perda de peso.

Dieta Japonesa: Como emagrecer 5 quilos em uma semana


Quer descobrir como emagrecer 5 quilos em uma semana, então você está no lugar certo. Conheça em detalhes a dieta que está se tornando nova queridinha da moda e das academias, a Dieta Japonesa.

10 melhores alimentos para ter um abdômen liso


Todos nós sabemos que a melhor maneira para conquistar um abdômen liso é fazer exercícios abdominais diariamente.


No entanto, existem alguns alimentos que podem ajudar você a atingir seu objetivo de fitness mais rápido.

7 dicas que farão a sua dieta dar certo


Quase todo mundo já “iniciou” uma dieta na vida, mas a maioria acaba desistindo no meio do caminho.


Para que isso não aconteça com você, fizemos uma lista com 7 dicas fáceis para fazer a sua dieta dar certo! Confira:

20 dicas para um emagrecimento saudável


1 - Não tenha pressa. O objetivo não é emagrecer para uma festa ou para o encontro de sábado à noite, mas para o resto da vida. A ansiedade pode acabar levando você a comer mais ainda.

Pílula inteligente para perder peso


Seu nome é Gelesis100 e se obtiver a aprovação do FDA (Food and Drug Administration dos Estados Unidos) pode se tornar uma boa ajuda para perder peso de forma segura e eficaz.

10 alimentos para comer e queimar mais calorias


Existem muitos alimentos que você pode comer no seu dia a dia para queimar calorias e perder peso. A grande notícia é que estes alimentos são muito deliciosos e ainda trazem benefícios à saúde.

Exercício para tonificar as pernas e glúteos



Vídeo ensina como fazer Lunges (estocadas).


Um exercício para tonificar os músculos de suas pernas e glúteos. Lunges da ótimos resultados porque ele trabalha cada perna individualmente.

Suco turbinado de melancia para emagrecer


A melancia tem o poder de eliminar as toxinas e os líquidos retidos; é riquíssima em água – cerca de 90% da fruta é líquido! Essa delícia ainda concentra boas doses de betacaroteno, que turbina a barreira de proteção da pele contra os raios UV.

10 dicas para um emagrecimento saudável e definitivo


Para quem quer emagrecer, a comida não sai do pensamento 24 horas por dia.

O que era um ato espontâneo, passa a ser controlado. Entenda:

Dieta anticelulite: perca 3 kg em 15 dias e tenha pernas lisinhas!

Perder peso e ficar mais bonita

Não tem como fugir: a dieta certa e os exercícios são as principais armas para eliminar os furinhos que deixam mais de 80% das mulheres, tão infelizes. A dupla ajuda a emagrecer, o que significa boa parte da batalha ganha.

Com mudanças na alimentação consultora emagreceu mais de 20 kg


Tatiana emagreceu mudando a alimentação, reeducação alimentar é o segredo do sucesso para emagrecer
 Foto: Arquivo pessoal/Tatiana Vaz

Tatiana Vaz pesava 96 kg antes de fazer a mudança na alimentação


A rotina de viagens e hotéis fizeram-na chegar aos 96 kg.


Tatiana Vaz, uma consultora de relacionamento, nunca foi magra, mas devido ao seu trabalho, ela passou a fazer viagens constantes e ficar hospedada em hotéis com regularidade e assim viu seu peso se aproximar perigosamente dos 100 quilos.

Dieta do pH: emagreça 2 kg em 7 dias e aumente sua energia!


Emagreça, tenha mais saúde e disposição


O princípio e objetivo da dieta do pH, é o mesmo da alimentação baseada na medicina chinesa tradicional: seguir um cardápio mais alcalino e menos ácido para restaurar o equilíbrio do pH do sangue e assim, evitar o aumento de peso, proteger ossos e músculos, garantir disposição e afastar uma série de doenças.


Esses benefícios foram comprovados cientificamente e nos últimos anos, vem despertando a atenção de um número cada vez maior de médicos e nutricionistas, e muitos deles já prescrevem essa linha de alimentação aos pacientes. Alguns resultados apresentados no IX Congresso Internacional de Nutrição Clínica e Esportiva Funcional, em São Paulo, confirmaram: a dieta do pH traz efeitos positivos não só para emagrecer mas também na saúde do organismo como um todo.

O pH varia em uma escala de 0 a 14, porém o nosso organismo trabalha o tempo todo para manter o pH do sangue entre 7,3 e 7,4 - ou seja, levemente alcalino (7 é neutro, e abaixo disso, ácido). Esse é o ponto de equilíbrio para que as células consigam armazenar nutrientes dentro delas em proporções adequadas para realizar suas funções, entre elas preservar ossos e músculos. Em um meio ácido, no entanto, esse mecanismo fica comprometido. As células deixam até mesmo de liberar toxinas e, cedo ou tarde, ficam inflamadas e surgem os problemas: ganho de peso, cansaço e envelhecimento precoce, além de doenças mais graves, como osteoporose e câncer. A perda óssea também ocorre com mais facilidade porque o organismo entra em estado de alerta para recuperar o equilíbrio do pH e recorre às substâncias alcalinas presentes nos ossos, deixando-os frágeis.



Os vilões da dieta


O que altera o pH: as reações do metabolismo produzem substâncias ácidas, mas o organismo consegue driblá-las. O desequilíbrio geralmente acontece quando há uma sobrecarga vinda dos agentes externos. Entre eles, estão alguns alimentos, especialmente os feitos com farinha branca, sal, açúcar, corante, conservante e refrigerantes. Mas não é só isso: Stress, falta de sono, raiva e ansiedade também aumentam a carga ácida no sangue. Portanto, além da escolha certa do que comer, você precisa cuidar das suas emoções e fazer uma atividade física capaz de ajudá-la a relaxar.



Coma mais verdura e menos carne


A dieta do pH recomenda montar as refeições com 70% de alimentos que resultam em resíduo alcalino e 30% daqueles que geram resíduo ácido. Para respeitar essa proporção, reserve metade do prato para as verduras e os legumes. Deixe boa parte da outra metade para os cereais (arroz integral, quinua) e divida o espaço restante entre as leguminosas (feijão, lentilha) e as carnes, de preferência brancas (peixe, frango). As frutas, geralmente no café da manhã e nos lanches intermediários, também são muito bem-vindas. Assim como as verduras e os legumes, elas são aliadas do pH alcalino. Você pode comer inclusive abacaxi e limão. Isso mesmo: apesar do gosto ácido, que pode até acentuar a acidez no estômago, essas frutas não prejudicam o equilíbrio do pH do sangue, ao contrário, ajudam a alcalinizar.

As carnes resultam em resíduos ácidos, mas são mantidas na dieta em porções moderadas para saciar e preservar os músculos. Outro detalhe: quando comprar água mineral, leia o rótulo - a maioria tem acidez alta, mas o ideal é escolher uma opção com pH entre 7 e 9.

Acompanhe o cardápio elaborado pela nutricionista Natália Colombo. Com cerca de 1200 calorias, ele restaura o pH do sangue ao mesmo tempo que promove uma perda de peso mais acelerada. Pode ser seguido por um mês - depois, aumente o tamanho das porções, mas continue seguindo a proporção de mais alimentos alcalinos e menos de ácidos. O objetivo é que você se mantenha em forma e saudável a vida toda! 





Cardápio alcalino


A dieta do pH é rica em verduras, legumes e frutas. Aqui ela tem 1200 calorias para facilitar a perda de peso. Comer uma ameixa umeboshi por dia e beber água com gotas de limão em jejum são estratégias que favorecem o resultado:

*10 minutos antes do café da manhã: suco de 1/2 limão diluído em um pouco de água



Café da manhã


1° Opção: Suco alcalinizante - 1 fatia grossa de melão com as sementes e 1 punhado de amora batidos com suco de 1 laranja-lima e 1/2 copo (100 ml) de água + 3 biscoitos integrais salgados

2° Opção: Suco alcalinizante - 4 morangos orgânicos e 1 folha de couve batidos com suco de 2 limas-da-pérsia e 1/2 copo (100 ml) de água + 1 tapioca recheada com 1 banana-prata assada e polvilhada com canela em pó

3° Opção: Suco alcalinizante - 1/2 papaia, 1 ameixa vermelha e 1 col. (sobremesa) de aveia em flocos batidos com 1 copo (200 ml) de água + 1 fatia de pão multigrãos com 1 fio de azeite extravirgem e orégano

4° Opção: Suco alcalinizante - 1 cenoura média batida com suco de 1 limão e 1 copo (200 ml) de água de coco + 2 torradas integrais com geleia de frutas vermelhas sem açúcar

5° Opção: Suco alcalinizante - 1 folha de couve, 1/2 maçã, 1 rodela média de abacaxi, 1/3 de pepino, 1 pedaço de erva-doce e 1 pedaço de gengibre batidos com 1 copo (200 ml) de água + 1 fatia de pão multigrãos com 1 col. (sobremesa) de tahine (pasta de gergelim) ou pasta de tofu.



Lanche da manhã


1° Opção: 1 tangerina e 4 sementes de abóbora (sem sal)

2° Opção: 1 pêssego e 2 punhados de pipoca (feita com um pouquinho de óleo de coco e ervas: manjericão, orégano e salsinha)

3° Opção: 1 xíc. (chá) de uvas vermelhas ou roxas e 1 barrinha de sementes (gergelim e linhaça)

4° Opção: 1 maçã e 1 pedaço pequeno de coco seco

5° Opção: 1 pera e 6 avelãs



Almoço


1° Opção: Salada - 1 prato (sobremesa) de alface (americana, crespa, roxa), agrião, 4 rodelas de pepino, 1/2 tomate e 1 col. (sopa) de nabo ralado + 2 col. (sopa) de arroz integral com 2 col. (sopa) de feijão + 1 filé grande (120 g) de peixe assado com brócolis e cebola (regue o peixe com suco de limão)

2° Opção: Salada - 1 prato (sobremesa) de alface e folhas de mostarda, 2 col. (sopa) de rabanete ralado e 3 buquês de brócolis cozidos + 2 col. (sopa) de purê de inhame sem leite (prepare apenas com azeite extravirgem e 1 pitada de sal, de preferência marinho) + 1 filé médio (110 g) de frango grelhado com cebola e alho

3° Opção: Salada - 1 prato (sobremesa) de alface, agrião, 1 col. (sopa) de beterraba ralada e 1/3 de pepino em rodelas + 2 col. (sopa) de arroz integral com 1 col. (sopa) de lentilha + 2 col. (sopa) de couve refogada com 1 ovo mexido

4° Opção: Salada - 1 prato (sobremesa) de alface, rúcula, agrião e 2 rabanetes em rodelas + 1 filé médio (120 g) de salmão assado com alecrim + 2 col. (sopa) de purê de batata-doce sem leite (prepare apenas com azeite extravirgem e 1 pitada de sal) + 2 col. (sopa) de espinafre refogado

5° Opção: Salada - 1 prato (sobremesa) de alface, acelga e rúcula + 4 col. (sopa) de risoto de arroz integral e frango (cozinhe o arroz integral e misture frango refogado e desfiado, grão-de-bico cozido, tomate, cebola e alho-poró).



Lanche da tarde


1° Opção: Mix de castanhas e frutas secas - 3 damascos picados, 1 col. (sopa) de semente de girassol (sem sal) e 3 amêndoas cruas (sem sal)

2° Opção: 1 xíc. (chá) de morango orgânico com 1 col. (sopa) de quinua em flocos, 1 col. (sobremesa) de castanha de caju triturada (sem sal)

3° Opção: Suco alcalinizante - 1 fatia média de melão com as sementes, 4 morangos orgânicos e 1 col. (sobremesa) de farelo de aveia batidos com 1 copo (200 ml) de água

4° Opção: Suco alcalinizante - 2 fatias médias de melancia batidas com 1 sachê de clorofila (ou 1 folha de couve), 1 pedaço pequeno de gengibre e 1 col. (sobremesa) de farelo de aveia (se precisar, acrescente água)

5° Opção: 1 maçã assada com gotas de limão e polvilhada com 1 col. (sobremesa) de castanha de caju triturado (ou amêndoa) e canela em pó



Jantar


1° Opção: 1 prato (fundo) de sopa de abóbora com tomate, brócolis e cebola, polvilhada com alga kombu. No final da preparação, acrescentar 1 col. (sopa) de azeite extravirgem

2° Opção: Salada - 1 prato (sobremesa) de rúcula, 1/2 pepino e 2 rabanetes em rodelas + 1 filé grande (120 g) de peixe assado com 1/2 batata-doce em rodelas temperados com azeite extravirgem, raspas de casca de limão, pimenta-do-reino e gengibre ralado

3° Opção: 1 prato (fundo) de caldo verde (preparado com mandioquinha, couve, cebola e brócolis cozidos e batidos no liquidificador. Tempere com 1 col./sobremesa de azeite extravirgem e pouco sal)

4° Opção: Salada - 1 prato (sobremesa) de rúcula e agrião com beterraba e 3 col. (sopa) de quinua em grãos cozida com cebola, alho, pimentão e alho-poró e 1 ovo cozido

5° Opção: Salada - 1 prato (sobremesa) de alface (variadas), rúcula e agrião + 1 berinjela (ou abobrinha) recheada de atum light temperado com alho amassado e azeite extravirgem e misturado com salsão em rodelas finas (asse por 10 minutos ou até a berinjela amolecer).



Ceia


1° Opção: 1 laranja-lima

2° Opção: 2 fatias de manga com raspas de casca de limão

3° Opção: 1 rodela média de abacaxi com gengibre ralado

4° Opção: 1/2 papaia

5° Opção: 1 ameixa vermelha

*Nas saladas, use os seguintes temperos: vinagre de maçã, sal marinho e azeite extravirgem com acidez máxima de 0,5.

*Beba à vontade: água alcalina e chás (camomila, capim limão, erva-doce, camomila). 



Alimentos alcalinos


Muito alcalinos: ameixa umboshi, missô (pasta de soja fermentada), sal marinho, semente de abóbora em sal), lentilha, brócolis, Alga marinha (nori, kombu), cebola, rabanete, inhame, batata-doce, laranja-lima, nectarina, framboesa, melão, tangerina, abacaxi

Moderado alcalino: canela, pimenta, alho, shoyu (molho de soja), castanha de caju, salsa, couve, endívia, rúcula, folha de mostarda, laranja-pera, amora, manga

Pouco alcalino: chá verde, vinagre de maçã, ovo de codorna, amêndoa, gergelim, pimentão, nabo, couve-flor, repolho, berinjela, abóbora, batata, limão, pera, abacate, maçã, amora, papaia, pêssego

Muito pouco alcalino: manteiga clarificada (ghee), quinua, arroz selvagem, aveia, óleo de coco, azeite extravirgem, sementes (a maioria), beterraba, alho-poró, quiabo, alface, banana, damasco, mirtilo.



Alimentos ácidos


Muito pouco ácido: figo, tâmara, coco, goiaba, abobrinha, espinafre, vagem, feijão-roxo, óleo de girassol, arroz integral, peixes, gelatina, ovo, queijo de cabra, iogurte, manteiga, vinagre de arroz, mel, curry.

Pouco ácido: ameixa seca, ameixa vermelha, tomate, ervilha verde, acelga, feijão-preto, ervilha seca, tapioca, arroz branco, peru, carne de carneiro, leite de vaca, vinagre balsâmico, chá preto, stévia.

Moderado ácido: cenoura, vagem, grão-de-bico, pecã, amendoim, farelo de aveia, milho, frango, lula, carne de porco, queijo cottage, sacarina, café, aspartame, soja.

Muito ácido: farinha de trigo branca, lagosta, carne vermelha, sorvete, queijo processado, vinagre branco, geleia com açúcar, cerveja, refrigerante, sal refinado.



Fonte: abril.com.br

Confira 6 dicas para ajudar a diminuir a vontade de comer doces

Chocolate ou maçã? Para emagrecer


1-Reduza aos poucos o consumo de doces:

Se a vontade de comer doces for muito grande, não é aconselhável parar repentinamente, mas sim ir reduzindo aos poucos. A parada repentina geralmente dura alguns dias e, muitas vezes, a pessoa sofre com um efeito rebote, abusando mais ainda dos doces.


2-Troque os doces por opções menos calóricas:

Trocar os doces por frutas in natura ou frutas secas é uma boa alternativa, outra é a gelatina light com pedaços de frutas ou frutas com iogurte light. Outra saída, para os dias mais quentes, sãos os frozen iogurtes que, além de refrescantes, possuem cerca de 80kcal. Já para os dias mais frios, frutas como maçã, pera ou banana podem ser cozidas em micro-ondas com canela e cravo.


3-Controle as emoções:

Caso seja necessário, busque ajuda para isso. O importante é não usar o doce como válvula de escape dos problemas. Mas também não o elimine totalmente da dieta enquanto não buscar um suporte emocional e, sobretudo, nutricional adequado.


Super Dieta Detox

4-Mantenha os doces longe:

Resista à tentação e não carregue doces na bolsa e nem deixe no armário. Saber que estão por perto, só aumenta a vontade de comê-las. Também não passe o dia chupando balas e outras guloseimas, pois, se somadas, as calorias também podem aumentar muito.


5-Consuma os alimentos certos:

Dê preferência ao consumo de aveia, banana, maçã, canela, grãos em geral e castanha do Pará. Esses alimentos devem ser incluídos nas refeições, pois ajudam a controlar a necessidade de consumir doces.


6-Pratique atividades físicas regularmente:

Os exercícios ajudam a resistir aos doces. As atividades físicas liberam substâncias no cérebro que dão a sensação de prazer, ajudam a melhorar o humor e diminuem a ansiedade e a vontade de comer doces. Essa prática também melhora a qualidade de vida e a capacidade cardiovascular.




Fonte: corpoacorpo.uol.com.br

Koubo, uma frua exótica que ajuda a emagrecer e previne o envelhecimento precoce




Propriedades da fruta:
  • Reduz a formação de radicais livres
  • É rica em ácidos graxos
  • Elimina líquidos e toxinas
  • Diminui os picos de fome
  • Tem efeito termogênico

Os cactos possuem estranhos formatos e espinhos, por isso geralmente não são vistos com bons olhos, no entanto, no caso do koubo é diferente. O cacto originário de locais de clima muito quente, como o nordeste brasileiro, é um grande aliado de quem deseja eliminar alguns quilos extras, mas tem dificuldade em fechar a boca.


O koubo é a fruta da Cactácea Cereus sp, uma planta do deserto comumente conhecida como pitaya, que contêm inúmeros benefícios. Graças a uma substância chamada tiramina, ele diminui os picos de fome, promovendo por mais tempo a sensação de saciedade.
Se você quer emagrecer,
 queimar gorduras localizadas,
definir sua musculatura, clique aqui.

O koubo apresenta ainda efeito termogênico, o que mantém o metabolismo ativo por mais tempo. Estimulando o glucagon, um hormônio catabólico responsável por utilizar as reservas energéticas do nosso organismo, na sua maioria sob a forma de gordura, o koubo também ajuda a eliminar as gorduras em excesso. Além disso, ele também tem uma leve ação diurética, ou seja, favorece a eliminação de líquidos e toxinas devido à presença da betalaína e indicaxantina.


Este fitoterápico vai muito além da perda de peso por questões estéticas. Ele é rico em ácidos graxos como ômegas 6 e 9, aumentando a concentração do HDL (bom colesterol), além da vitamina C, o que contribui para a redução da formação de radicais livres e previne males relacionados ao envelhecimento e a saúde. Lembrando que o uso do koubo deve estar aliado a uma dieta para emagrecimento com orientação.


Devido a comprovação científica do efeito de emagrecimento e um grande aumento das prescrições com o uso do koubo, é importante verificar se o selo de autenticidade do produto está colado para não se correr o risco de adquirir algo de origem duvidosa. 

O koubo é um insumo farmacêutico e não pode ser encontrado em balcões de farmácia, não sendo um medicamento pronto para consumo. Deve ser prescrito e manipulado com orientação de um profissional da área, que indicará doses seguras e individuais. Uma grande vantagem do koubo é o baixo custo, no entanto uma desvantagem é a contraindicação para indivíduos diabéticos.




Fonte: globoesporte.globo.com




Descubra se o seu pensamento é de gordo ou magro e aprenda a controlar


Qual o seu?

Quando você está em frente a uma mesa de doces, qual é a sua reação?


Come só um ou perde o controle e come mais do que devia?


O psiquiatra Daniel Barros explicou como o cérebro e a mente podem determinar e influenciar no que a pessoa come e o quanto ela come.


Os hábitos e história de vida de cada pessoa podem influenciar os pensamentos.

Pessoas mais exposta a alimentos saudáveis têm mais facilidade para escolher esses produtos.

No entanto, vale ressaltar, que ter pensamento de gordo ou de magro independe de quantos quilos a pessoa pesa ou de como é seu corpo.

A principal diferença está na questão do controle. No cérebro, existem áreas responsáveis pelo controle e áreas responsáveis pelo impulso.


Quando o impulso de comer é maior do que o controle, a pessoa vai comer; já quem tem pensamento magro consegue se controlar porque vê a bonificação a longo prazo, que é o emagrecimento.

Segundo o endocrinologista Alfredo Halpern, quem tem a cabeça de gordo geralmente tem pensamentos sabotadores, como “segunda eu começo uma dieta”, “só mais um pouco não fará diferença”, “hoje eu como, mas amanhã não comerei nada” ou “eu mereço”.

O médico alerta, porém, que a escolha é de cada um: ter prazer naquele momento e ter consequências depois, ou ter o prazer depois, por não ter comido e não ter engordado.
Para algumas pessoas, porém, é muito difícil controlar os impulsos – isso acontece porque a vontade de emagrecer perde para as tentações.

Para treinar o autocontrole, de acordo com o psiquiatra Daniel Barros, existem algumas dicas: antes de escolher algo muito calórico, coma primeiro um prato de salada já que é muito mais fácil se controlar com a barriga cheia; além disso, é bom anotar sempre o que come, prestar atenção nos pratos e saber sempre o valor calórico dos alimentos.

Emagrecendo fácil, sem passar fome, comendo bem...


Fonte: g1.globo.com

Sete dicas muito importantes para não engordar no inverno

Emagrecer rápido e com saúde no emagrecerpara

Com a chegada do outono/inverno no Brasil, é normal que as pessoas “relaxem” na dieta, já que neste período do ano não nos exercitamos muito e temos o costume de comer mais.

Porém, é preciso muito cuidado para não exagerar e voltar a engordar, fazendo com que tenhamos que correr atrás do prejuízo perto do verão, o que se torna muito exaustivo e desgastante.

Por nisso, a nutricionista Alessandra Almeida, da Clínica Andréa Santa Rosa, do Rio de Janeiro, passou 7 dicas práticas para não engordar no inverno.

Confira as dicas para manter a forma o ano inteiro!


1) Apesar de sentirmos menos sede no inverno, a ingestão regular de água é importante para garantir uma boa hidratação das células ajudando a eliminar toxinas e restos metabólicos que ajudam a aumentar o grau de inflamação do nosso corpo. A gordura pode ser considerada um tipo de toxina.

2) Investir em alimentos que contenham aminoácidos essenciais como triptofano, presente nos grãos (grão-de-bico, lentilha, ervilha) e na quinua. O triptofano está envolvido na síntese de serotonina, um neurotransmissor responsável pela regulação da saciedade.

3) O uso de adoçantes estimulam neuropeptídeos que diminuem a sensação de saciedade e estimulam a compulsão alimentar. Opte por açúcar demerara, o doce natural das frutas, agave ou mel.

4) Acrescentar sementes na salada ou sopa. Elas são fontes de gordura que ajudam na saciedade.

Como emagrecer 10a 15 kilos
em até 30 dias, sem dieta ou
 exercício e sem gastar dinheiro
Exemplos: semente de girassol, abóbora, amêndoas, macadâmia, todas devem ser tostadas por 8 minutos no forno para eliminar fatores antinutricionais.

5) Opte por sobremesas leves como frutas assadas com canela, anis, cravo ou chocolate com teor maior que 70% de cacau para garantir os seus benefícios.

6) As sopas sempre devem ser elaboradas com caldo de legumes natural. Os temperos industrializados são ricos em substâncias químicas e aumentam o grau de inflamação das células, provocam a retenção de líquido e são pré fatores de câncer. Tenha cuidado com a quantidade de sódio presente nos rótulos desses produtos industrializados e evite sopas prontas vendidas no mercado (o teor de sódio delas é muito elevado).

7) Aposte nos chás diuréticos para ajudar a eliminar os exageros em que as vezes cometemos nessa época do ano. Alguns exemplos: chá de cavalinha, dente de limão, chá-verde, carqueja, chá de hibiscos; adicione limão, hortelã, canela, cravo para ajudar a melhorar o paladar.


Fonte: caras.uol.com.br

Conheça oito motivos que não deixam você emagrecer


Brócolis-prato-garfo

Fazer dieta muito rigorosa

Regimes muito restritivos estão fadados ao fracasso. Dietas com restrição de nutrientes essenciais, como carboidratos, proteínas ou gorduras, são difíceis de serem mantidas, não funcionam a longo prazo e prejudicam a saúde, pois as refeições deixam de ser balanceadas. Por esse motivo, a maioria dos médicos prefere recomendar dietas em que a pessoa coma de tudo um pouco.


Pular refeições

Os médicos advertem: deixar de fazer refeições não emagrece, causa desnutrição e atrapalha a dieta. As pessoas que pulam alguma refeição chegam ao fim do dia com fome, ansiedade e stress acumulados. Assim, estarão mais propensas a comer em maior quantidade e mais rápido a noite, período em que o organismo está programado para armazenar, e não gastar, energia. Estudos mostraram também que pular o café da manhã faz mal para o coração. Segundo especialistas, mesmo aqueles que estão em busca do peso ideal devem comer de três a cinco vezes ao dia.


Traçar metas impossíveis de serem alcançadas

Perder muitos quilos em pouco tempo é uma meta difícil de alcançar e, mais ainda, de manter no longo prazo. Consequentemente, pessoas que tentam atingir esse objetivo podem se decepcionar e desistir de estabelecer outras metas mais saudáveis e realistas. O endocrinologista Alfredo Halpern considera ideal eliminar de meio a 1 quilo por semana – não mais do que isso.


Ser obcecado pela balança

Subir na balança com frequência pode causar ansiedade e desânimo em quem quer emagrecer. A perda de peso saudável é progressiva e lenta, não se dá de uma hora para outra. Ademais, uma pessoa que está seguindo uma dieta e praticando exercícios físicos pode emagrecer sem diminuir o peso – o que acontece quando a gordura é substituída pela massa magra.




Exagerar na atividade física

Quem sempre foi sedentário ou está fora de forma deve começar a praticar atividade física aos poucos. Caminhadas regulares são a modalidade mais indicada para iniciantes. Esportes que exijam muito do corpo podem causar lesões e interromper precocemente um processo que deveria ser progressivo.
Além disso, exagerar nos exercícios é perigoso para obesos, que muitas vezes apresentam problemas cardiovasculares.


Dormir mal

Existem vários estudos que comprovam a relação entre noites mal dormidas e excesso de peso. Uma pesquisa apresentada em 2012 na Suíça, por exemplo, mostrou que dormir pouco faz o indivíduo consumir mais calorias e reduz a capacidade do corpo de queimá-las. Um outro estudo, apresentado em junho de 2013 nos Estados Unidos, concluiu que a restrição do sono interfere na atividade cerebral de tal forma que os alimentos gordurosos e calóricos parecem mais apetitosas para pessoas que dormiram mal do que para aquelas que tiveram uma boa noite de sono.


Não ter ajuda profissional

Médicos, nutricionistas e educadores físicos são os profissionais adequados para orientar os pacientes sobre reeducação alimentar e prática de exercícios. Quem dispensa os profissionais corre o risco de seguir uma dieta que não funciona, prejudicar a saúde e ainda sofrer contusões decorrentes de exercícios impróprios.


Relaxar depois de emagrecer

Pessoas com tendência a engordar, não perderão essa característica depois de emagrecer. A alimentação saudável e a prática de atividade física deverão ser seguidas pelo resto da vida, independentemente do peso. Segundo o endocrinologista Alfredo Halpern, as pessoas não devem se acostumar a ganhar nem 1 ou 2 quilos, mesmo depois de ter emagrecido 20.



Fonte: veja.abril.com.br

                         Você Cansou de Fazer Dietas e Não Obter Resultados?
                                             Então Saiba Que Para Emagrecer é Preciso Comer!


Mistura de chás termogênicos em pó acelera o metabolismo e ajuda a emagrecer


Com a ajuda dos chás termogênicos em pó, a leitora Viviane Martins emagreceu 23 kg em 4 meses.

Viviane recuperou corpinho de modelo

O mix de chá diminui o inchaço e acelera a queima de calorias. Conheça a história de Viviane e siga o cardápio.


A história de Viviane


Eu havia feito alguns ensaios fotográficos para lojas de roupas, quando vi que um jornal da cidade estava promovendo um concurso de beleza. As candidatas deveriam enviar fotos para o blog do jornal e os leitores comentariam até o dia do desfile, que estava marcado para cinco meses depois, em março de 2013. Apesar de estar afastada desse meio há quatro anos, resolvi me inscrever. Só que eu não tinha me dado conta de que estava 20 kg acima do peso. E fui lembrada disso da pior forma possível...

Quando minhas fotos foram publicadas no site do concurso, fui massacrada. As pessoas me chamavam de gorda, baleia e diziam que minha idade era uma fraude: eu tinha 24 anos e, de tão cheia, parecia muito mais velha. As grosserias não tinham fim: "Se enxerga, você está pagando mico!" Até hoje meus olhos enchem de água quando lembro da humilhação que passei. Fui enxovalhada em público, no jornal de um município pequeno em que todos se conhecem. Eles foram muito maldosos... Pensei até em mudar de cidade.

Só que, como tudo tem um lado bom, aquilo acabou me abrindo os olhos. Até quando eu ia continuar ignorando meus 77 kg? Transformei aquele constrangimento em uma força de vontade gigante para mudar. Naquele dia, decidi que eu teria de volta meu corpinho de modelo e ia calar a boca daquelas pessoas. Ah, se eu ia!


Comentavam meu peso na rua

A humilhação que sofri foi ainda mais dolorida para mim porque eu sabia como era ser bonita e admirada. Com 20 anos, eu trabalhava em um site descolado que cobria os eventos da cidade, era muito popular e vivia fazendo fotos para campanhas publicitárias. Até que, em 2009, comecei a namorar e aquela vida agitada ficou para trás. Ficava na internet o dia todo e só saía para comer com o meu amor. E eu comia muito: pizza, churrasco, pães, salgados...

Fui engordando sem perceber. No primeiro ano de namoro, passei dos 57 kg para os 65 kg. Chegou um momento em que eu quase não saía mais de casa. Só de pensar em escolher roupa, tinha vontade de chorar. Nada me servia, nada ficava bonito. E o pior era ouvir os comentários das pessoas na rua: "Olha como ela engordou, que horror!".

Foi então que soube do concurso de beleza do jornal e, sem noção, apostei naquilo como uma forma de reviver meus tempos áureos. Quebrei a cara. Estava na hora de virar o jogo!


Não cortei nada, só diminuí

Por coincidência, nessa época um casal de amigos me convidou para conhecer um espaço voltado para saúde e emagrecimento. Foi lá que aprendi como começar uma dieta. Reduzi as quantidades de tudo, mas não cortei nada. Eu sabia que, se passasse vontade, ia acabar desistindo.

Seguia a regra de me alimentar a cada três horas e aumentei o consumo de água para 4 litros por dia. Isso foi fundamental na minha dieta. O que também me ajudou muito foi substituir o jantar por um combo com shake, leite de soja, chá-preto com chá-verde em pó e uma mistura de chá- preto com guaraná em pó.

O shake me deixava saciada e os chás ajudavam meu intestino a funcionar melhor e aceleravam meu metabolismo, pois possuem propriedades termogênicas que estimulam a queima das gordurinhas.

Já no primeiro mês, eliminei 5 kg! Percebi que era possível eliminar mais 15 kg e mantive o foco na dieta. Com a média de 5 kg perdidos por mês, recuperei meus sonhados 57 kg após quatro meses! Me senti uma estrela de novo!


Uma rainha nunca perde sua coroa!

Durante o processo de emagrecimento, fiquei quietinha em casa. As pessoas não tinham ideia da minha transformação em relação àquelas fotos de outubro. Aí, quando chegou o dia do tão aguardado desfile que elegeria a musa da cidade, fiz cabelo, maquiagem, botei um saltão e um vestido roxo curto e bem justinho. Respirei fundo e subi na passarela!

O bafafá foi grande! Ninguém acreditava que era euzinha ali: toda linda e magrinha! E adivinha? Ganhei em primeiro lugar e me tornei a Garota Estilo da cidade! Adorei olhar para aquelas pessoas que tinham falado mal de mim pagando a língua e assistindo ao meu retorno triunfal!

Após esse concurso, emagreci mais 3 quilinhos e, seis meses depois, ganhei o concurso Miss Internet de Artur Nogueira. Arrasei! Em novembro, faturei o segundo lugar no concurso Miss Cosmópolis, na cidade vizinha. Eu não tinha como estar mais feliz e orgulhosa!

Hoje tenho quase 30 mil seguidoras no meu canal Vivi Martins Barbie, em que conto sobre meu emagrecimento e dou mil dicas de beleza. Sou musa inspiradora de mulheres que, assim como eu, querem mudar o rumo de suas histórias e brilhar!

O CARDÁPIO DA VIVIANE


CAFÉ DA MANHÃ

250 ml de leite integral + 3 colheres (sopa) de cereal de milho + 4 bolachas tipo maisena com manteiga
Dica da nutricionista:
Substitua o leite integral por desnatado. Retire o cereal e o biscoito de maisena. Substitua por tapioca com queijo branco e acrescente uma fruta ou suco de fruta sem açúcar.

LANCHE DA MANHÃ

170 g de iogurte comum ou 1 leite fermentado + 1 banana ou 1 maçã
Dica da nutricionista:
Prefira o iogurte light ou desnatado.

ALMOÇO

Salada (5 folhas grandes de alface + 1 tomate fatiado) + 3 colheres (sopa) de arroz comum + 1 concha (média) de feijão + 1 bife (médio) grelhado + 3 colheres (sopa) de chuchu ou abobrinha refogados.

LANCHE DA TARDE

1 tablete de chocolate OU 1 barra de cereais.
Dica da nutricionista:
Elimine o chocolate. Acrescente uma fruta ou suco de fruta sem açúcar.

JANTAR

Salada de folhas à vontade + 2 colheres (sopa) de arroz integral + 1 filé (pequeno) de frango ou peixe grelhado

CEIA

5 bolachas água e sal.
Dica da nutricionista:
Acrescente 1 xícara de chá sem açúcar.

Mix de chás em pó acelera a queima de calorias.


A Viviane apostou na praticidade dos chás em pó para perder peso e se deu bem! Os nutricionistas César Torres, da Flexnutri, e Luana Stoduto destacam os benefícios desses produtos para o emagrecimento:
· Diminuem as taxas de colesterol
· Controlam a pressão arterial
· Ativam o sistema imunológico
· Reduzem os riscos de doenças degenerativas
· Possuem altas concentrações de antioxidantes, que eliminam os radicais livres e ajudam a combater o envelhecimento da pele
· Atuam na prevenção e tratamento de doenças crônicas, como as cardiovasculares e o diabetes
· Auxiliam na digestão
· Estimulam o cérebro

Quanto consumir


O ideal é ingerir de duas a três xícaras por dia. Atenção: se você tem dificuldade para dormir, procure consumir antes das 17h, já que os chás são estimulantes e podem interferir na qualidade do sono.

Contraindicações


Pessoas com problemas cardiorrespiratórios, hipertensão arterial, problemas gastrointestinais e renais só devem consumir esses chás com indicação médica.

Fonte: mdemulher.abril.com.br

Dieta para noivas indicada pela Nutricionista do Mais Você


Alimentos para emagrecer
Foto: Mais Você/ TV Globo


Há muitas questões que uma noiva precisa pensar antes de casar e nada melhor que a orientação de uma profissional para ajudar neste processo. Daniela Meira, nutricionista do Mais Você, separou algumas dicas para lá de magníficas no quesito comida.

Em primeiro lugar, nada melhor do que falar em boa forma e, por isso, Dani dá sugestões para qualquer um seguir e perder aquela gordurinha extra até o grande dia. Aproveite!


Apesar de a dieta ser indicada para noivas, ela serve para qualquer pessoa, confira:




Dieta da Noiva



Para começar, é preciso pensar não somente na boa forma, mas também em uma dieta balanceada que a ajude a controlar a ansiedade.


1° Dica: É importante fazer intervalos regulares entre as refeições para proporcionar saciedade e evitar beliscar a toda hora. Intervalos prolongados, maiores que quatro horas, além de causarem fome, levam ao ganho de peso. E intervalos muito curtos, menores que três horas, impedem o corpo de queimar as gordurinhas. Fique atenta!


2° Dica: O ideal é, perto da data do casamento, alimentar-se com opções de fácil digestão, como saladas e carnes magras. Fazendo isso você manterá o corpo saudável, com disposição e sem alterar os números da balança.


3° Dica: Está estressada? Aposte em suco de uva integral, frutas vermelhas (ou berries), abacate, oleaginosas como castanhas, nozes, avelã, amêndoa, peixes, vegetais folhosos escuros e soja. Sopas também são boas pedidas, principalmente aquelas feitas com legumes e verduras. Mas nada de comer um pãozinho para acompanhar, hein!


4° Dica: Se você está aflita, conte com alimentos com baixas calorias e que diminuem a ansiedade como salmão e sardinha. Sabia que quatro sardinhas em conserva possuem somente 158 calorias e ainda são riquíssimas em cálcio? Vale investir.


5° Dica: Não esqueça das frutas. Maçã, maracujá, laranja e banana também são ideais para os preparativos do casamento

Inclua no cardápio um spaghetti de cenoura e abobrinha com carne moída

Foto: Mais Você/ TV Globo

6° Dica: Para se acalmar, abuse dos chás como camomila, capim-limão, erva-cidreira e erva-doce a qualquer hora, substituindo o café, para te dar mais tranquilidade, afinal, você não precisa ficar mais agitada, não é? O mate, chá preto ou guaraná devem ser evitados por possuírem substâncias excitantes. Dê vez aos chás naturais, nada como sentir o gostinho direto da erva.


7° Dica: Outra coisa bacana é que alimentos ricos em triptofano ajudam a liberar serotonina e diminuir a ansiedade. São eles: carnes magras, leite, queijo, iogurte.


8° Dica: Para a alimentação ficar ainda mais balanceada, um pouco de carboidrato também não pode faltar para dar energia e combater a ansiedade. Aposte nos integrais!

9° Dica: Outros alimentos aliados são os com ácido fólico que também combatem a ansiedade, como: espinafre, brócolis, couve, que também são essenciais para você entrar no vestido.

Fonte: gshow.globo.com



Especiarias que ajudam a combater o excesso de peso, para emagrecer com saúde




O excesso de peso é um sintoma de desequilíbrio do organismo, que pode ser restabelecido através do consumo de alguns tipos de ervas e especiarias, de acordo com a constituição de cada um, além é claro, de uma alimentação saudável e da prática regular de exercícios físicos.


Conheça algumas especiarias que ajudam a emagrecer:


Mostarda!

Picante, adstringente e quente, é uma das principais especiarias usadas para acelerar o metabolismo.
– Ações: Estimulante, analgésica e expectorante.
– Como usar: O pó e o óleo podem ser utilizados externamente e a semente previamente refogada em óleo na maioria de pratos salgados. Evite o contato do óleo com as mucosas.


Canela!

É doce e picante.
– Ações: Possui propriedade analgésica, antifúngica, carminativa, expectorante e levemente diurética. Estimula a digestão, reduz cólicas menstruais e aumenta a insulina plasmática.
– Como usar: Na forma de óleo essencial diluído no óleo para massagem, aquece e estimula a circulação sanguínea local. E em pratos doces ou com laticínios, frutas e sorvetes.


Manjerona!

É uma erva quente, picante levemente doce, aromática e lembra o orégano.
– Ações: É útil em gripes, constipações, náuseas, indigestão, insônia, cefaleia e para diminuir flatulências.



Conheça quatro exercícios para ter um corpaço igual Beyoncé.


Conheça a rotina que fez a cantora pop conquistar um dos corpos mais sexy do mundo

Beyoncé tem um corpo do tipo irretocável, com uma combinação certa de magreza e “gostosura”. Desde o videoclipe “Single Ladies” à sua última apresentação no Grammy, a cada performance que ela faz, ficamos ainda mais impressionados com a sua boa forma.

Atire a primeira pedra quem nunca sentiu uma invejinha das pernas ou do bumbum da Rainha Beyoncé. Para conquistar já a silhueta da ícone do pop, anote essas dicas de ouro de Nicole Winhoffer, treinadora da cantora, que entregou a rotina de exercícios ao site “Daily Mail”.



Veja o passo a passo!



1) Para conseguir um bumbum em pé:

Fique de quatro e alongue uma perna atrás do joelho da outra. Em seguida, pulsione a sola do pé para o teto 50 vezes.


2) Para uma cintura mais fina:

Sente no chão com as suas pernas embaixo do bumbum. Incline as costas para trás a 45 graus e torça o corpo para direita e esquerda 50 vezes.


3) Para perder gordura nas costas:

Se posicione em uma prancha e se equilibre com o dedo dos pés e joelhos, mantendo o corpo reto. Levante um braço em direção ao teto e depois alterne. Repita esse exercício 40 vezes.


4) Para afinar as coxas internas:

Deite com as costas no chão e joelhos dobrados. Levante a cintura em direção ao teto depois leve até o chão. Não esqueça de apertar as coxas internas no processo.


Alimentação:


Em dezembro do ano passado Beyoncé e o seu marido, Jay-Z, ficaram 22 dias fazendo um regime vegano. Depois disso, a cantora mudou para uma dieta “que consiste em verduras, legumes, grãos e frutas, com um pouco de peixe”, contou outro treinador de Beyoncé, Marco Borges, ao site americano “E online”.

Fonte: glamurama.uol.com.br


Treino de 4 minutos por dia para emagrecer.

Descubra o que é melhor para você, Dieta ou academia?


Mantenha o foco na alimentação e na academia, exercícios...


Todo mundo já sabe que a dieta mais os exercícios são a melhor receita para ficar em forma. Mas não é fácil seguir as duas à risca. Porém dependendo do seu objetivo, você pode investir esforços só no cardápio ou na academia.



Se o seu objetivo é emagrecer o foco deve ser a alimentação.


Tenha certeza, o que engorda é o excesso de comida. Mas não adianta comer pouco e até com qualidade se você não tem uma rotina. “Fazer as refeições cada dia em um horário diferente contribui para o ganho de peso”, diz o fisiologista do exercício Paulo Correia, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). 

Encare seu café da manhã, almoço e jantar com a mesma seriedade com que lida com um tratamento com antibiótico. O remédio deve ser tomado de seis em seis horas e você faz questão até de colocar o celular para despertar de madrugada se for preciso, certo? Então, vale programar o despertador (ou um aplicativo como o TecnoNutri) para lembrá-la de comer também. 

Assim, seu corpo se adapta e se prepara para receber os alimentos, liberando as enzimas digestivas na hora certa — o que faz a sensação de saciedade chegar com mais facilidade. “Se você demora muito para comer ou pula uma refeição, o organismo entende que há uma escassez de nutrientes e vai estocar o máximo de energia possível na próxima vez.” Daí, você vai sentir mais fome e atacar a geladeira sem dó.


Turbine os resultados


Aumente a temperatura: Alimentos como pimenta vermelha, canela, chá de hibisco, chá-verde e gengibre são chamados de termogênicos, pois aceleram o metabolismo e elevam a temperatura corporal (sabe aquele calorão depois de comer um prato apimentado?). “O consumo regular desses produtos permite que o organismo trabalhe em um ritmo mais rápido, gastando mais energia do que o habitual e turbinando a queima de gordura.


Se o objetivo é ficar com um corpinho mais definido, o foco deve ser o exercício.


O ditado “mente sã em corpo são” não tem fama por acaso. Quanto mais o lado físico trabalha, mais oxigênio e energia chegam ao seu cérebro. Resultado: memória afiada e pensamentos ágeis. Isso porque a prática de exercícios aumenta o fluxo sanguíneo e a oxigenação cerebral. Os neurônios passam a trabalhar a mil, aumentando a camada do cérebro responsável por processar grande parte das informações. 

Os exercícios que mais estimulam a atividade cerebral são aqueles com carga alta (fazem os músculos queimarem!) e duração de 30 a 40 segundos. Por exemplo, exercícios de crossfit, corrida com tiros de 400 metros, pedalar intensamente na aula de spinning. Fazer 15 ou 20 minutos de exercício, três vezes por semana, já está de bom tamanho para esse objetivo.


Turbine os resultados


Dormir bem, da mesma forma que alguns hormônios são liberados exclusivamente durante o dia, há outros que têm seu pico de ação à noite, como é o caso da melatonina, (controla o sono). Por isso, quem não dorme bem pode ter o raciocínio prejudicado. É preciso descansar.

Fonte: mdemulher.abril.com.br


Quer emagrecer comendo bem?
Se você quer emagrecer sem abrir mão de uma boa comida veja aqui!

Conheça as guloseimas que você pode comer e ainda emagrecer



Algumas guloseimas fazem bem para a saúde e podem ajudar no processo de emagrecimento.

Sem culpa, algumas delicias ajudam no processo de emagrecimento
Os ácidos fenólicos do cacau ajudam a evitar o acúmulo de gordura. Foto: Getty Images

O grande segredo é fazer uma alimentação equilibrada e consumir apenas um tipo de guloseima por dia.


Siga o cardápio e perca até 3 kg em 15 dias.



Goiabada cascão

É rica em fibras insolúveis e ajuda a espantar a fome. Tem bastante potássio, mineral importante para o controle da pressão, e fósforo, que dá uma força para melhorar a memória.



Amendoim

Fonte de ômega 6, que tem ação anti-inflamatória, e vitamina E, um eficiente antioxidante. Além disso, o amendoim mata bem a fome.



Geleia de frutas vermelhas

Contém antocianina, substância que combate o processo inflamatório causado pelo excesso de gordura corporal.



Abacaxi em calda

A bromelina, enzima presente na fruta, facilita a digestão de proteínas de origem animal. As fibras solúveis do abacaxi reduzem a fome e controlam o colesterol.



Chocolate

Segundo pesquisas realizadas por uma universidade de Taiwan, essa delícia diminui a fome e graças aos ácidos fenólicos presentes no cacau, evita o acúmulo de gordura. Contém cafeína e feniletilamina, antidepressivos naturais. Prefira o meio amargo.



Bolo de maçã com canela

Prepare-o com a casca da fruta, que contém pectina, uma fibra que facilita o funcionamento do intestino. Já a canela age como termogênico, ajudando na queima de calorias. Mas use farinha integral e açúcar mascavo, mais saudáveis.



Castanha-do-pará

Reduz a fome e é uma ótima fonte de selênio, mineral importante para a imunidade e tem efeito antioxidante. É cara, mas comer uma ou duas por dia já traz benefícios.



Pipoca


Tem ômega 3, que reduz os níveis de triglicérides e do colesterol ruim. Prepare a pipoca sem manteiga, modere no sal e não exagere na quantidade. Procure combiná-la com castanhas para promover mais saciedade.

Veja também:

Dicas para emagrecer e conquistar uma barriga sarada   

Dicas para diminuir barriga

Sucos ajudam a emagrecer

Aumentar o metabolismo para emagrecer

Coloque seu Email para receber as novas postagens

Google+

Amigos do Facebook

Postagens populares

Arquivo do blog